Yoga para gestantes



O Nascimento como um rito de passagem preparando nossas mentes e corpos para a vida nova.
As gerações de vida passaram através das pelves das mulheres, elas são as portadoras de toda a vida. Mesmo que você ainda não tenha dado à luz, a sua mãe o fez.

         


O nascimento exige vigor, resistência, e força mental, veja como o Yoga pré-natal pode lhe ajudar.

A gestação é um momento mágico de transformações e com o despertar da maternidade a mulher é invadida por sentimentos ambíguos de alegria e medo, força e vulnerabilidade, com sua beleza desabrochando de forma única.
No período da gravidez o corpo da gestante muda sem parar. A grávida precisa aprender a se adaptar a este corpo temporário, que exige muito dela. Com a prática de yoga, a gestante consegue se ajustar progressivamente ao seu novo corpo, conquistando disposição, livre de desconfortos físicos e principalmente ela consegue frear seu ritmo e voltar sua atenção para o filho que cresce no seu ventre, estimulando o estabelecimento de contato e comunicação da mãe com seu filho ao longo dos nove meses.

Na gravidez, a prática de exercícios é muito particular pois a mulher apresentam características e necessidades diferentes, deve ser recomendada uma aula especifica para a gestante. O obstetra é quem deve liberá-la para iniciar exercícios ou continuar. Acreditamos que todas as mulheres possam ter um parto natural, satisfatório e revelador. No entanto nada se consegue sem um adequado preparo. A gravidez não é uma doença, mas um fato natural na vida da mulher. É um período em que o seu organismo passa por várias modificações, assim como a sua mente. A proposta de Yoga para gestantes oferece um espaço e um tempo de reflexão, relaxamento e fortalecimento da auto-estima feminina e a auto-confiança.

O que se pretende com a pratica de Yoga pré-natal:

- trabalhar a coluna lombar, o períneo e a bacia;
- alongamento da musculatura posterior e fortalecimento da coluna;
- melhorar a circulação, o transito intestinal e a digestão;
- evitar as varizes;
- equilibrá-la e acalmá-la, para enfrentar uma nova fase da sua vida;
- prepara-la para o parto, e principalmente trazer uma profunda conexão da mãe com o bebê;
- para as grávidas, o trabalho da respiração é fundamental para o conhecimento de si e do seu corpo em interação com o bebê, como também leva um maior aporte de nutrientes para o bebê, através da ativação da energia vital;
- estimular a confiança e segurança necessárias para antes, durante e depois do parto;
- “criar espaço para o bebê dentro do seu corpo e em sua mente”.

As aulas trazem um sentimento de comunhão entre as mulheres que estão passando por experiências semelhantes, o grupo compartilha e troca muitas informações, elas se sentem mais seguras e tranqüilas