Artigos


Ética do Yoga

postado em 2 de jun de 2012 07:20 por studioyelwfelicio

A fonte principal para definir e compreender o Yoga é o Yoga Sutra de Patanjali. São 195 pequenos aforismos, compilados há cerca de 2000 anos atrás, trazem uma concisa e, ao mesmo tempo, profunda e completa descrição do sistema do Yoga como um todo.

O Yoga Sutra de Patanjali fornece uma estrutura para compreendermos o caminho que leva a uma integração completa do corpo, mente e espírito. Ele descreve o caminho espiritual em oito ramificações, podem ser vistas como passos para uma conscientização, cada vez maior, de todas as facetas de nosso ser.
YAMAS

Primeiro passo, (código de étice) – Começamos pela conscientização de como estamos vivendo neste momento. Isto inclui todos os aspectos de nosso estilo de vida: da dieta ao descanso, dos relacionamentos ao trabalho. Até que estejamos dispostos a olhar honestamente quem e como somos, a prática do Yoga permanecerá na periferia de nossas vidas.
Os cinco Yamas são:

Ahimsa: a não-violência contra si mesmo e contra os outros, inclusive a natureza.

Satya: a busca diligente da verdade em nosso próprio ser, e sua expressão apropriada.

Asteya: o reconhecimento do que é verdadeiramente seu e a satisfação com isso.

Brahmacharya: o respeito à energia de vida que lhe foi concedida e a direção desta energia para o bem.

Aparigraha: a conduta dentro de seu próprio caminho, seguindo aquilo que você sabe que é certo, sem se preocupar com o que os outros têm, fazem ou dizem.
NIYAMA

O segundo passo, (códigos para a vida espiritual) – Alinhamos nossas vidas de maneira que criem uma ponte para a conscientização da Unidade a cada momento.
Os cinco Niyamas são:

Saucha: refere-se à limpeza do corpo, mente e espírito. Também se refere ao enfoque de nossa intenção primordial de transformação espiritual pela manutenção de uma vida simples e ordenada.

Santocha: contentamento, a percepção de que já somos tudo o que precisamos.

Tapas: austeridade, refere-se à nossa vontade de trazer à luz e lançar no fogo da análise todas as nossas crenças íntimas. Isto implica mergulhar no fogo das emoções associadas a essas crenças.

Swadhyaya: o estudo de si-mesmo, refere-se à habilidade que o corpo de sabedoria tem de entender, integrar e transformar todos os aspectos do nosso ser.

Ishvara Pranidhama: entrega ao Senhor. É a compreensão de que o dilema humano pode ser finalmente resolvido somente por meios espirituais.

Referencia Manual de Formação de Professores de Yoga por Joseph Le Page

Livros

postado em 2 de jun de 2012 07:19 por studioyelwfelicio

Revistas



Prana Yoga journal


Livros


Acreditamos que a leitura é um dos maiores investimentos para a vida! Expande o conhecimento e contribui com o crescimento de cada um. É útil aos praticantes que desejam aprofundar seus conhecimentos em Yoga, auxiliando seu estudo e o embasamento prático. Neste espaço citamos uma lista de livros inspiradores que lhe recomendamos.



  1. Yoga



A Senda do Yoga
Maria Laura Garcia Packer



Yoga prático
Pedro Kupfer





O que é religião
Swami Vivekananda





A árvore do ioga
A enterna sabedoria do ioga aplicada à vida diária
b.k.s Iyengar





Vegetarianismo sustentando a vida
Inspitações práticas para uma transformação consciente
Maria Laura Garcia Packer





O caminho da prática
A cura faminina pela alimentação, pela respiração e pelo som
Bri. Maya Tiwari





A Ciência do Yoga
I.K. Taimni





O valor dos valores
Swami Dayananda Saraswati





A luz da ioga
Uma edição concisa do clássico de B.K.S Iyengar – Light on Yoga
B.K.S Iyengar




O poder do agora
Um guia para a iluminação espiritual
Eckhart Tolle


Anatomia emocional
Stanley Keleman



O Livro de Yoga e Saúde para a Mulher
Um manual de bem-estar para a vida inteira

Linda Sparrowe
com seqüências de Yoga de Patricia Walden



    2. Gestantes



Quando o corpo consente

Marie Bertherat
Thérèse Bertherat
Paule Brung




Origens mágicas, vidas encantadas
Um guia holístico para a gravidez e o nascimento

Deepak Chopra
David Simon & Vicki Abrams



Psicologia da gravidez
Maria Tereza Maldonado


    3. Alongamento consciente



O correio do corpo
Novas vias da antiginástica
Thérèse Bertherat



Toca do tigre
Thérèse Bertherat



As estações do corpo
Aprenda a olhar o seu corpo para manter a forma

Thérèse Bertherat

Mantras

postado em 2 de jun de 2012 07:17 por studioyelwfelicio

  1. Mantras


Loka Samasta Sukino Bhavanthu

Que todos os seres sejam felizes
Que todos os seres habitem na Paz


Palavras de Poder: Os mantras, ou canto simples, são frases curtas repletas de energia e sentido especialmente destinadas a gerar ondas poderosas de som que promovem a cura, a visão intuitiva, a criatividade e o crescimento espiritual (Ashley-Farrand, 1999).

Etimologicamente, a palavra mantra deriva da raiz MAN e do sufixo TRA.
MAN por sua vez deriva da palavra MANAS (mente) e significa pensar, TRA indica instrumentalidade e deriva da palavra TRANA, que significa controle. Podemos dizer que mantra é uma combinação de sons que nos auxilia a controlar a própria mente. Num sentido mais amplo, pode ser definido como uma combinação de sons, feita dentro de uma certa disposição rítmica, com o fim de emitir vibrações sonoras que produzam efeitos determinados sobre a mente humana e sobre o ambiente.

Um mantra pode ser emitido de diversas formas, tais como:

1. Através de KIRTANS – vocalizações devocionais de forma extrovertida. É uma maneira celebrativa de entoação que envolve a dança.

2. Através de JAPA – repetições contínua e ininterrupta de um mantra. Neste caso sem melodia. Sua finalidade é induzir a parada do pensamento, sendo assim de efeito introspectivo. Essa prática é feita com uma espécie de rosário de 108 contas, conhecido como JAPA MALA.

3. Através de MANAS – a mentalização de um mantra. Este meio é mais eficiente que a vocalização, por não ser audível.

Shantipathah – Prece para a Harmonia e a Paz entre Professor e Aluno

Prece para o encontro que é também uma troca

Om sahana vavatu
Sahanau bhunaktu
Sahavíryam karava vahai
Tejas vinava dhitamastu
Ma vidvisha vahai
Om Shánti, Shánti, Shántihiii

Hariii Om


“ Que todos nós estejamos protegidos e unidos.
Que todos nós estejamos nutridos e unidos.
Que nós todos possamos trabalhar juntos,
Unindo as nossas forças pelo bem comum da Humanidade.
Que nosso conhecimento seja luminoso e realizador.
Que nunca haja inimizade entre nós.
Que haja paz, paz, paz “.



Gáyatrí Mantra – A Essência de todos os Mantras

Recitado especificamente para iluminar a mente e o intelecto

Om Bhur Bhuvah Svahá
Tat Savitur Varenyam
Bhargo Devasya Dhimahi
Dhiyo Yo Na Prachodayat

Saudações ao corpo, à mente e ao espírito
Aquela Consciência (Brahman) simbolizada pelo sol que veneramos
Luz Divina sobre a qual meditamos
Que nossa energia de vida e intelecto sejam guiados e inspirados por essa Luz da Consciência.

Para superar obstáculos:

Om Gum Ganapataye Namaha

1-3 of 3